ao vivo
Atualizado em

Maria Bethânia regrava clássico

Maria Bethânia regrava clássico

Maria Bethânia lançou, na última quinta-feira (31), a música “A Flor e o Espinho”, uma regravação do clássico de Nelson Cavaquinho, Guilherme de Brito e Alcides Caminha. A faixa já está no ar no Primeira Audição.

Segundo a artista revelou no perfil recém-criado no Instagram, o single dá início ao projeto “Mangueira – A Menina dos Meus Olhos”. Dessa forma, o álbum exalta a escola de samba que nomeia o novo disco.

Isso porque agremiação carioca, que Maria Bethânia saúda em seu novo projeto, já homenageou a cantora baiana no Carnaval de 2016. A Mangueira foi campeã com o samba-enredo “Maria Bethânia – A menina dos olhos de Oyá”, idealizado pelo carnavalesco Leandro Vieira. A faixa também conta com uma citação do livro “Sombras da Água”, do escritor e biólogo moçambicano Mia Couto.

“Mangueira – A Menina dos Meus Olhos” tem arranjos do maestro Letieres Leite e tem lançamento previsto para dezembro sob selo Quitanda, da gravadora Biscoito Fino. Ouça “A Flor e o Espinho”:

Maria Bethânia já esteve no Primeira Audição anteriormente; confira!

A versão clássica da canção foi composta em 1957, com letra de Guilherme de Brito e também com participação da Alcides Caminha. A melodia e, posteriormente, a interpretação ficou sob responsabilidade de Nelson Cavaquinho. O samba também já foi interpretado por Raul Moreno e Elizeth Cardoso.

Foi gravada pela primeira vez naquele mesmo ano, por Raul Moreno, em seu disco Todamérica. Mas a versão não teve sucesso. Somente em 1964, com uma gravação de Elizeth Cardoso para seu disco “Elizeth Sobe o Morro”, o samba fez sucesso de público e crítica.[1]Em 1973, a canção foi gravada por Nelson Cavaquinho, mas como Potpourri, para seu álbum homônimo.



Comentários 0

Comente esta notícia

Nossa programação é feita para e por você

Envie as músicas que você gostaria de ouvir em nossa playlist