ao vivo
Cabo Branco FM - A trilha sonora da cidade!
Atualizado em

Sandra Belê tem “Onça Caetana” no Coisa Nossa

Sandra Belê tem “Onça Caetana” no Coisa Nossa

Sandra Belê está no ar, na CABO BRANCO FM, com a música “Onça Caetana”. Além disso, o videoclipe da canção está na TV Cabo Branco, em mais uma etapa da campanha que destaca o Coisa Nossa, reunindo artistas locais e enfatizando a cultura paraibana.

Desta vez, uma das cantoras que está na campanha é Sandra Belê. Além dela, há Bixarte, Madu Ayá e Os Fulano. As canções vão ao ar ao longo da programação da rádio.

Por isso, a CABO BRANCO FM 91,5 entrevistou a artista Sandra Belê para essa nova etapa do Coisa Nossa. “Onça Caetana” (de Glória Gadelha e Afonso Gadelha), faixa da cantora que está tocando na rádio, é a única regravação no disco “Cantos de Cá”.

Foi Marinês que interpretou a canção pela primeira vez em disco. “Quando a ouvi na voz de Marinês, de Sivuca e Glorinha Gadelha, eu disse: ‘preciso cantar essa música! Ela é poderosa demais, fala da mulher na sua essência mais selvagem e maravilhosa’”, relata Sandra Belê.

Sendo assim, o clipe de “Onça Caetana” relata a beleza feminina e sua representatividade aos olhos de todos os estilos e espíritos, com expressões marcantes e maquiagens características para cada momento mais selvagem retratado no vídeo.

Sandra também cita a importância de visualizar o seu trabalho na televisão e enfatiza que é uma das coisas que fazem ela acreditar que todo o esforço valeu a pena, visto que ser ouvida, consumida e lembrada são um dos maiores desafios em sua trajetória musical. Para ela: “Participar do Coisa Nossa demonstra representatividade local, dando importância aos artistas paraibanos e o seu alcance”.

Para conferir a música “Onça Caetana”, no Coisa Nossa, basta acompanhar a programação da CABO BRANCO FM 91,5 ou visualizar através desta página.

Um pouco da trajetória da paraibana Sandra Belê

Sandra Belê é natural da cidade de Zabelê, na microrregião do Cariri Ocidental. Ela começou a cantar ainda brincando na escola, quando amigos e amigas relataram o seu talento pela música.

Em seguida, deixou-se levar pela música e começou a carreira em uma banda musical de Zabelê, onde seu cantar foi criando forças até se tornar a artista de hoje.

Para Belê, sua conexão com a Paraíba vem de dentro, da sua ancestralidade e do seu amor pelo estado. Ela afirma isso quando recorda o momento em que ganhou o Troféu Gonzagão, um dos prêmios culturais mais importantes da região: “ao receber o prêmio do Troféu Gonzagão, fortaleci a minha exaltação pelo forró tradicional nordestino, e vendo essa tradição sendo ocupada por alguém da terra é fortalecedor e me considero muito grata”.

 

Por Oma Roxana*
*Sob supervisão de Felipe Lima



Comentários 0

Comente esta notícia